09/05/2019

Espaçamento no plantio de café.

No plantio de café é de extrema importância a análise do melhor espaçamento entres as plantas, essa escolha irá refletir na produtividade do caffeiro por muitos anos, reduzindo os custos com insumos, e garantindo melhor eficiência no controle de pragas, além da longevidade da lavoura.

Analisando a história das lavouras o aprimoramento das distancias entre os pés de café tem se mostrado sempre em constante evolução, garantindo além do aumento de sua produção muitas melhorias de processos, se analisarmos o decorrer das décadas podemos identificar tal aprimoramento.

Os cafezais que antecedem o ano de 1960 concentrados no estado do Paraná e São Paulo, realizavam seu plantio em um espaçamento quadrado, no parâmetro de base 3 - 4 x 3 - 4 metros de muda por cova, totalizando 800 covas por ha. Em 1970 teve início o plano de renovação das lavouras, em resposta a disseminação da ferrugem, na época o indicado passou a ser o plantio de forma retangular, mas, após o ano de 1980 o plantio foi estudado por amostragem, onde se realizava ensaios e se controlava a melhor resposta de cada um, foi neste momento que o espaçamento entre plantas passou para 1 metro, contendo apena uma muda por cova. Na década de 90 até o ano de 2.000 os aprimoramentos destes estudos mostraram que seria possível reduzir ainda mais a distância entre das plantas na linha para 0,5 a 0,7, o que evidenciou um grande aumento na produtividade a cada safra. 



undefined

E nos dias atuais, com a evolução tecnológica aconteceu uma melhor atualização do método, com o uso de dois sistemas de espaçamento, o primeiro denominado “aberto” que detém geralmente 3,5 – 4,0 x 0,5 metros aplicadas em zonas de mecanização, e o segundo o “fechado” ou também chamado de “plantio adensado” com 1,75 – 2,0 x 0,5 metros mais utilizada em áreas sem mecanização, tais plantios compreendem stands de 5.000 até 1.000 pl/ha. Existe também um nível que plantio intermediário entre os dois já citados, conhecido como “semiadensado” 2,5–3,2 m x 0,5 m. Aqui, faz-se necessária uma frequência maior nas podas, mas a produtividade gira em torno de 6.300 a 8.000 plantas por hectare.


Mas, como você saberá o melhor espaçamento para o plantio? Isso será determinado por vários fatores, e deve ser avaliado caso a caso por um consultor agrônomo, que irá analisar fatores como tamanho da propriedade, inclinação e mecanização do manejo, como no exemplo que nos espaçamentos com ruas mais largas são mais apropriadas para o uso de máquinas. 



por Thais Martins